De mãos dadas

Certo dia estávamos na rua da casa de meus pais. Eu ainda me recuperava de uma doença, mas mesmo assim brinquei com os meus três preciosos sobrinhos: uma menina de cinco anos de idade na época e dois meninos, um de quatro anos e o outro de três. Nesse dia a minha sobrinha mostrou a…

Leia mais De mãos dadas

Aquela que pedala

Escrever é uma terapia. Uma válvula de escape. É o meu momento de silêncio. De reflexão. De colocar em ordem a minha mente borbulhante. Estou voltando a escrever na blogosfera.  Estava na hora! Desta vez escrevo em um novo espaço. Antes botava a minha voz no blog Máquina de Letras, do amigo Luciano dos Santos Alves.…

Leia mais Aquela que pedala