Serra do Rio do Rastro 3 – Comemorando a vida

Minha terceira subida de bike na Serra do Rio do Rastro aconteceu no dia 29 de janeiro de 2017! Muito honrada com o convite feito pelos amigos Marcos de Oliveira, Claudia e Mauro Piconi! O pedal foi especial por comemorar o aniversário do Marcos no dia 26 de janeiro e da Claudia, no dia 30. Ela e Mauro encararam pela primeira vez essa serra imponente. O casal se saiu muito bem!

Muita gente me pergunta qual a graça de pedalar em lugares altos. Subir morro alto é difícil e eu gosto de me desafiar, de me superar, de sair de minha zona de conforto. A graça desse esforço está em saborear a vitória e em contemplar o visual espetacular da natureza em minha volta e no topo do morro.

Na Serra do Rio do Rastro é possível observar a natureza enquanto a percorremos. Na primeira vez que subi foi num dia ensolarado muito quente de 27 de fevereiro de 2016. Eu conseguia ver o quanto já tinha pedalado e o quanto faltava para chegar ao topo da serra. Na maior parte do trajeto desta minha terceira empreitada, havia neblina que não me permitiu ver todo o caminho do pedal. Por causa disso, fiquei surpresa dizendo um “jááá!” ao avistar a placa indicando que estávamos chegando ao município de Bom Jardim da Serra. Considerei a minha subida mais rápida na Serra do Rio do Rastro! O que dizer da primeira vez do casal Claudia e Mauro? Eles foram sensacionais! Antes de iniciar o pedal, a Claudia me confidenciou que estava com medo. Eu disse a ela que sempre fico com aquele frio na barriga, mesmo com a minha experiência de ter subido a serra. Afinal, cada dia é diferente do outro e o medo faz parte da coragem. O clima agradável ajudou muito no nosso bom desempenho.

02.Pousada_Redivo_Serra_do_Rio_rastro_Marcos_de_Oliveira_Aquela_que_pedala
Em frente à pousada e preparados para iniciar a subida. Foto: Marcos de Oliveira
03.Serra_do_Rio_Rastro_Luciana_Vieira_aquela_que_pedala
Minha Urian, bike que me proporciona tantas alegrias! Foto: Luciana Vieira
04.Serra_do_Rio_Rastro_Marcos_de_Oliveira_Aquela_que_pedala
Com a aniversariante Claudia, ciclista guerreira e amiga que tanto admiro! Foto: Marcos de Oliveira
05.Serra_do_Rio_Rastro_Luciana_Vieira_Aquela_que_pedala
Subindo, subindo, subindo nós vamos! Foto: Luciana Vieira
06.Serra_do_Rio_Rastro_Marcos_de_Oliveira_Aquela_que_pedala.jpeg
Celular, celular meu! Há algum lugar mais belo do que aqui? Foto: Marcos de Oliveira
07.Serra_do_Rio_Rastro_Luciana_Vieira_Aquela_que_pedala
Hortênsias pelo caminho! Foto: Luciana Vieira

Viemos de carro para Guatá, distrito da cidade de Lauro Muller, no dia anterior, sábado de 28 de janeiro de 2017. Ficamos hospedados na Pousada e Restaurante Redivo.  A pousada é administrada pelo jovem casal Patricia e Dudu e fomos recepcionados de maneira atenciosa e carinhosa. O que dizer do café da manhã? Delícia! Fiquei bem alimentada para encarar o desafio do dia. O que dizer da noite de descanso? Que boa noite! Dormi sem sentir calor e muito bem! Só de vir até a serra, o clima agradável me faz um bem danado. Em Florianópolis e municípios do litoral catarinense, o calor infernal me deixa com a saúde fragilizada. Quando retornamos à Florianópolis, o calor ainda dominava. Ah, como eu queria ficar na serra!

01.Pousada_Redivo_Serra_do_Rio_Rastro_Luciana_Vieira_Aquela_que_pedala
Na Pousada Redivo, encontrei esta menina linda chamada Marta. Ela não sabe pedalar e eu disse que a ensinava. Ficou pensativa. Foto: Luciana Vieira

Durante a subida, paramos para lanche e hidratação. E também a fim de curtir a natureza em nossa volta. Conhecemos um grupo simpático chamado “Pedal sem Rumo”, de Balneário Camboriú e comemoramos todos juntos a nossa conquista no mirante de Bom Jardim da Serra. Depois do papo, alimentação e descanso, nos agasalhamos e descemos a serra de bike com cuidado. Ah, com aquele vento na cara que adoro!

08.Serra_do_Rio_Rastro_Marcos_de_Oliveira_Aquela_que_pedala
Pausa para lanche e hidratação. Foto: Marcos de Oliveira
10.Serra_do_Rio_Rastro_Mauro_Piconi_Aquela_que_pedala
Olha a neblina! Foto: Mauro Piconi
11.Serra_do_Rio_Rastro_Luciana_Vieira_Aquela_que_pedala
Não deu para ver quase nada no mirante de Bom Jardim da Serra! Houve poucos momentos que a neblina diminuiu. Foto: Luciana Vieira
12.Serra_do_Rio_Rastro_Mauro_Piconi_Aquela_que_pedala
Os queridos aniversariantes de janeiro! Foto: Mauro Piconi

As graças de subir o morro não são apenas por gostar de desafio e curtir a natureza ao meu redor. Estar com amigos e conhecer novas pessoas também são presentes da minha vida. Só a bicicleta mesmo por me proporcionar tantas alegrias! Ah, quero ir de novo pedalar na Serra do Rio do Rastro! Qual a graça de ir de novo se já conhece, Luciana? Sempre há algo novo a vivenciar no mesmo lugar!

13.Serra_do_Rio_Rastro_Luciana_Vieira_Aquela_que_pedala
Viva a amizade! Pedalar com amigos é muito bom! Foto: Luciana Vieira

Leia aqui como foi a minha primeira e segunda vez de pedalar na Serra do Rio do Rastro.

Serra do Rio do Rastro

Luciana Vieira Visualizar tudo →

Blog que compartilha a minha alegria em pedalar. Evidente que não há só alegria, porque sabemos muito bem que o nosso país não valoriza os ciclistas. Melhor dizer: não pensa em todas as pessoas como os pedestres, os cadeirantes e os idosos. Além das experiências de minha vida como ciclista, este espaço trata sobre outros temas, mesmo não tendo relação com a bike. Dou um alerta: o fato de gostar de pedalar não significa que sou especialista nessa temática. Aqui são histórias, opiniões, relatos, o que vier da minha mente e eu julgar interessante de contar. Na primeira postagem deste blog, convido a ler sobre o motivo de se chamar Aquela que pedala. Quem escreve? Sou a Luciana Vieira, tenho deficiência auditiva e moro em Florianópolis/SC. Atuo como assistente administrativa em empresa federal de energia elétrica e, desde 2013, procuro usar a bicicleta para me deslocar ao trabalho. Comunicação Social com habilitação em Jornalismo é a minha formação acadêmica e não exerço a profissão. Sempre gostei de escrever e já tive o prazer de dar uma de escritora em blogs de amigos como o Máquina de Letras. Mais segura em escrever e expor no meio virtual, decidi ter o meu próprio cantinho. E assim Aquela que pedala vem a ser a varanda de meus escritos. Sugestões, opiniões, críticas? Escreva para o e-mail aquelaquepedala@gmail.com

4 comentários Deixe um comentário

  1. Muito bom seu blog Lu, tudo com detalhes perfeitos sobre a trajetória na Serra do Rio do Rastro. Ficou mais facil para quem quiser se aventurar nesse lugar maravilhoso, Parabéns!!!!!
    Mauro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: