Aquela que pedala

Escrever é uma terapia. Uma válvula de escape. É o meu momento de silêncio. De reflexão. De colocar em ordem a minha mente borbulhante. Estou voltando a escrever na blogosfera.  Estava na hora! Desta vez escrevo em um novo espaço. Antes botava a minha voz no blog Máquina de Letras, do amigo Luciano dos Santos Alves. Agora solto o meu som aqui e me sinto mais segura em ter meu próprio blog.

Que nome dou? Vários nomes passaram pela minha cabeça. Já sabia que bicicleta seria o meu principal tema. Afinal, ela faz parte do meu dia a dia e sempre gostei de pedalar desde menina. Teve época que ela foi deixada de lado em função do excesso de compromissos. Nem preciso dizer que tive estresse. Daquele que me fez parar em hospital. Ai, ai… Luciana, pise no freio! Aos poucos, fui eliminando as tantas atividades que fazia. Eram coisas que fazia por gosto e precisei abrir mão de algumas delas. Caso contrário, Luluzinha pifa, pira…

A bicicleta sempre esteve diante de meus olhos e a via sendo usada por outras pessoas. Ficava admirada com aquelas que a utilizavam para ir ao trabalho ou à escola. Voltei a pedalar, mas como lazer e exercício físico. Que tal experimentar ir ao trabalho de bicicleta? Puxa, eu queria muito fazer isso! Havia um impedimento: insegurança. Perigoso pedalar onde não tem ciclovia… Dicas de amigos, leituras no meio virtual e testes de ir até o local de trabalho no fim de semana me deixaram mais preparada para a empreitada. Aconteceu a primeira vez de pedalar para a empresa. Teve a segunda, a terceira, a quarta… Hoje a bicicleta é o meu principal meio de transporte.

“Você conhece a Luciana?” “Ah, sim, é aquela que pedala.”  “Não é a que pedala?” Amigos me contaram isso quando encontraram alguém que pode me conhecer de algum lugar, principalmente da empresa onde trabalho. Muito bom ser conhecida pelo que gosto tanto de fazer! Fico feliz quando amigos e conhecidos me contam que me viram pedalando em algum lugar. Bicicleta tem sido tema de conversa.

Sim, assim como escrever, pedalar também é uma terapia. Uma válvula de escape. Meu momento de silêncio. De reflexão. De colocar em ordem a minha mente borbulhante. Gostar de escrever e pedalar me fizeram a criar este blog. Como gostaria de ser conhecida no mundo virtual? Também como aquela que pedala!  Pronto. É o nome do meu blog: Aquela que pedala.

Aquela_que_pedala_Foto_Luana_Matos

Foto: Luana Matos

Aquela que pedala

Luciana Vieira Visualizar tudo →

Blog que compartilha a minha alegria em pedalar. Evidente que não há só alegria, porque sabemos muito bem que o nosso país não valoriza os ciclistas. Melhor dizer: não pensa em todas as pessoas como os pedestres, os cadeirantes e os idosos. Além das experiências de minha vida como ciclista, este espaço trata sobre outros temas, mesmo não tendo relação com a bike. Dou um alerta: o fato de gostar de pedalar não significa que sou especialista nessa temática. Aqui são histórias, opiniões, relatos, o que vier da minha mente e eu julgar interessante de contar. Na primeira postagem deste blog, convido a ler sobre o motivo de se chamar Aquela que pedala. Quem escreve? Sou a Luciana Vieira, tenho deficiência auditiva e moro em Florianópolis/SC. Atuo como assistente administrativa em empresa federal de energia elétrica e, desde 2013, procuro usar a bicicleta para me deslocar ao trabalho. Comunicação Social com habilitação em Jornalismo é a minha formação acadêmica e não exerço a profissão. Sempre gostei de escrever e já tive o prazer de dar uma de escritora em blogs de amigos como o Máquina de Letras. Mais segura em escrever e expor no meio virtual, decidi ter o meu próprio cantinho. E assim Aquela que pedala vem a ser a varanda de meus escritos. Sugestões, opiniões, críticas? Escreva para o e-mail aquelaquepedala@gmail.com

10 comentários Deixe um comentário

  1. Parabéns pelo blog Luciana. Você realmente é uma pessoa muito especial, não só porque é minha filha, mas pelo que você é. Uma pessoa corajosa, lutadora, íntegra, Que amiga, boa filha,alegre,companheira, enfim são tantos os elogios que não posso enumerá-los todos. Que você possa ser sempre um bom exemplo em todos os lugares. Que Deus te abençoe. Te amo.

  2. Incrível sua iniciativa, seu jeito de escrever, de comunicar-se e de viver. PARABÉNS, Lu! Sou sua fã de carteirinha!

  3. Que delícia de ler, vou acompanhar cada uma de suas aventuras, sempre torcendo para que você seja sempre assim feliz.
    Te amo cunhada querida ,te admiro .
    Fique sempre, com Deus. 😃😃😃

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: